9 Cogumelos Comestíveis Para Escolher Sem Medo

Cesta de cogumelos comestíveis

Uma bela cesta de cogumelos porcini pronto para ser provado.

Diferenciar um cogumelo comestível de um venenoso

Reconhecer os melhores cogumelos, o comestívelprimeiro diferencie os principais tipos. Existem geralmente três tipos de fungos: cogumelos fatiados (como o girolle), aqueles cujo chapéu tem tubos acoplados, e os outros que não têm nem slats nem tubos ocos sob o chapéu. Aqueles na primeira categoria são os mais variados, e nem sempre é fácil identificá-los à primeira vista. Mas também é entre eles que encontramos o mais perigosocomo oamanita faloide ou a cor cortical do urucum.

Um bom guia √© essencial, porque se o melhorcogumelos comest√≠veis s√£o facilmente reconhecidas, existem muitas outras esp√©cies consum√≠veis, talvez mais de acordo com os seus gostos. Muitos cogumelos s√£o venenosos e alguns s√£o mortais: n√£o escolha de √Ęnimo leve. O ideal, antes de ir em busca de chap√©us, √© apresent√°-lo a uma pessoa experiente. Mas n√£o lhe mostrar√° seus "bons cantos": estes, ser√° necess√°rio encontr√°-los por si mesmo. Que a ca√ßa ao tesouro comece!

Os melhores cogumelos comestíveis

Girolle, Pied-bleu, Rosé: cogumelos comestíveis

1. O girolle (Cantharellus cibarius)

  • descri√ß√£o: chap√©u em forma de funil com borda curva, amarelo, marrom claro, lamelas grossas, fundindo-se gradualmente com o p√© em sua base.
  • meio: sob as faias e os encantos.
  • per√≠odo : Outubro a novembro, em clima √ļmido.
  • Para encontr√°-los: olhe debaixo das folhas mortas porque um p√© esconde muitas outras.
  • Risco de confus√£o: com clit√≥citos e cortinaires


2. O pé azul (Lepista Nuda)

  • descri√ß√£o: cogumelo pequeno (5 a 8 cm), totalmente malva, com o p√© inchado. Cheiro agrad√°vel.
  • meio: madeira e madeiras macias.
  • per√≠odo: De outubro a dezembro.
  • Para encontr√°-los: pesquisa em ramos em decomposi√ß√£o.
  • Risco de confus√£o: com corola roxa (odor desagrad√°vel e p√© inchado).

3. O rosé (Agaricus campestris)

  • descri√ß√£o: chap√©u branco ou √†s vezes cinza p√°lido, lamelas arrumadas, rosa e marrom, sem p√©.
  • meio: prados, gramados.
  • per√≠odo: final de agosto a outubro.
  • Para encontr√°-los: olhar em gramados e prados mais velhos.
  • Risco de confus√£o com agaricjaunissant (odor desagrad√°vel) ou amanita (lamelas brancas e volve ao p√©).

Cepe, coprin peludo e marasme des orades

1. O cep (Boletus edulis)

  • descri√ß√£o: em forma de uma rolha de champanhe, com um chap√©u grosso e um p√© muito largo, nunca vermelho ou riscado de marrom. Carne branca, n√£o muda de cor quando cortada. Tubos apertados e densos, branco cremoso.
  • meio: charnecas, mata clara.
  • per√≠odo: Agosto a novembro.
  • Para encontr√°-los: prospecto 10 dias ap√≥s uma forte chuva.
  • Risco de confus√£o fraco escolhendo assuntos bem tipados. √ďrg√£os recheados


2. Coprin (Coprinus comatus)

  • descri√ß√£o: chap√©u c√īnico alongado, coberto com brinquedos macios, pouco p√© vis√≠vel. Empurre em grupo. Slats deliquescent na maturidade.
  • meio: prados, bordas de madeira.
  • per√≠odo: Agosto a outubro.
  • Para encontr√°-los: procur√°-los nos pastos pastados por cavalos.
  • Risco de confus√£o: com tinta preta, chap√©u liso, comest√≠vel, a menos que seja associado com √°lcool (para comer muito jovem e muito fresco).


3.Marasmo dos Oréades (Marasmius oreades *)

  • descri√ß√£o: cogumelo pequeno (5-7 cm) alourado, chap√©u um pouco virado, com lamelas irregulares, bem espa√ßadas.
  • meio: prados, gramados.
  • per√≠odo: De outubro a dezembro.
  • Para encontr√°-los: Olhe nos velhos prados.
  • Risco de confus√£o fraco, escolhendo assuntos bem tipados.
  • * Um pouco de cultura geral! Na mitologia grega, os Or√©ades eram ninfas de montanhas e cavernas (a mais conhecida √© a Echo), famosa por ca√ßar em tropas felizes.

Coulemelle / Lepiot; Pele de carneiro; Amanita dos Caesars

1. O coulemelle (Macrolepiota procera)

  • descri√ß√£o: chap√©u at√© 25 cm de di√Ęmetro, com grandes escamas e um mamilo castanho no centro. P√© de couro, com anel, sem volve.
  • meio: prados, vegeta√ß√£o rasteira clara.
  • per√≠odo: final de agosto a outubro.
  • Para encontr√°-los: perspectiva 15 dias ap√≥s o retorno das chuvas de outono.
  • Risco de confus√£o com coulemelles menores, com a carne ficando laranja: n√£o colha um chap√©u com menos de 10 cm de di√Ęmetro.


2. O pé da ovelha (Hydnum repandum)

  • Descri√ß√£o: chap√©u usado lateralmente pelo p√©, tubos pendurados como estalactites, todos na cor amarela.
  • meio: vegeta√ß√£o rasteira de madeiras nobres ou con√≠feras.
  • per√≠odo: De outubro a dezembro.
  • Para encontr√°-los: olhe atentamente para o ch√£o perto de faias e abetos.
  • Risco de confus√£o imposs√≠vel, desde que a cor esteja em laranja claro ou bege claro. Chap√©u laranja e slats de creme.


3. Amanita de Caesars (Amanita caesarea)

  • Descri√ß√£o: chap√©u vermelho alaranjado, sem manchas brancas, volve ao p√© e anel, tiras de cor amarela cremosa (nunca branco)
  • m√©dia: florestas de carvalhos verdes e carvalhos.
  • per√≠odo: Novembro a janeiro.
  • Para encontr√°-los: espere o fim dos ceps, eles saem depois.
  • Risco de confus√£o com mosca ag√°rica, com lamelas brancas puras.

Depois dos cogumelos comestíveis...

cogumelo roxo comestível

  • Descubra cogumelos para n√£o comer!
  • Como colher cogumelos
  • Os cogumelos muito estranhos dos jardins

Compartilhe Com Seus Amigos