Antracnose: Como Trat√°-Lo?

antracnose nas folhas

A antracnose √© uma doen√ßa f√ļngica que se desenvolve quando a umidade √© muito alta, especialmente na primavera e no outono, mas tamb√©m no ver√£o com tempestades de ver√£o particularmente prop√≠cias ao desenvolvimento desta doen√ßa que necessita de umidade. forte e calor (cerca de 20¬į C).

Assim, os fungos crescem em alta velocidade e enfraquecem as plantas: eles n√£o morrem, mas n√£o produzem adequadamente. Vamos ver como reconhecer a antracnose e como trat√°-la.

Sintomas de antracnose

A antracnose √© caracterizada por grandes manchas de cor marrom a bege, √†s vezes tornando-se quase transl√ļcidas, com uma borda preta nas folhas ou caules. As manchas s√£o cobertas com gotas alaranjadas de um tipo de muco que cont√©m muitos esporos do cogumelo. As partes da planta afetadas acabam se tornando necr√≥ticas.

Quando a antracnose afeta os frutos, os pontos formam círculos marrons que são ocas e que acabam apodrecendo.

As plantas afectadas pela antracnose

Para cada planta, o fungo é de um tipo diferente (Colletotrichum, Gloeosporium, Glomerella, Gnomonia, Pseudopeziza, Apiognomonia, Discula, etc.) mas os sintomas são sempre as mesmas.

Para melão, pepino e abóbora, a antracnose é chamada nu vermelho cucurbitáceas. No jardim, ervilha, alface e feijão são particularmente suscetíveis à antracnose.

Os fruticultores que vêem as suas culturas perderem em quantidade e qualidade são cereja, morango, framboesa, groselha preta e groselha.

Carvalho, bordo, pl√°tano, salgueiro, aveleira, rosa e videira s√£o freq√ľentemente afetados pela antracnose.

Como tratar a antracnose?

Evitar o aparecimento de antracnose

O fungo se espalha através da água de rega ou chuva (salpicos, escoamento...), via ferramentas de capina, por exemplo, via auxiliares de jardim (pássaros, insetos...).

antracnose em frutos

Para evitar antracnose desenvolve, melhor começar com prevenir o aparecimento de fungos que podem permanecer ativo pelo menos 2 anos em restos de plantas ou no solo, que é altamente contagiosa (incluindo sementes: do não use as sementes de plantas com antracnose).

Comece pegando as folhas caídas das árvores e plantas doentes no outono e queimá-las.

Na horta, gire as planta√ß√Ķes por pelo menos 3 anos e espace as fileiras para dificultar a contamina√ß√£o local.

Favorecer a rega direta no solo que evita molhar as folhas e evitar passar entre as fileiras depois de um banho que ter√° molhar as folhas para evitar espalhar os cogumelos em outras plantas.

Opte por variedades conhecidas por serem menos suscetíveis à antracnose.

Trate a antracnose

A antracnose n√£o √© bem tratada, da√≠ a import√Ęncia da preven√ß√£o. Em uma √°rvore, corte as partes afetadas e queime-as. Fa√ßa o mesmo na horta. Limpe e desinfete suas ferramentas ap√≥s esse tamanho.

Os √ļnicos tratamentos que podem ser realizados s√£o preventivos: o esterco de cavalinha dilu√≠do a 10% de pulveriza√ß√£o a cada 10 dias, da primavera at√© agosto, √© interessante contra doen√ßas f√ļngicas que podem at√© mesmo ser curadas no in√≠cio de ataque.

O alho usado como decocção ou maceração oleosa é ativo como fungicida. A mistura de Bordeaux também tem uma ação preventiva.

(Crédito da foto de Scot Nelson - CC BY 2.0)

Compartilhe Com Seus Amigos