Boca Com A Rainha (Cogumelo, Mexilhão, Linguado, Camarão)

Mordidas no

Aqui está uma receita maravilhosa mordida para mexilhões, camarão, cogumelos e linguado como peixe.

Ingredientes para 4 pessoas:

  • 300 g de mexilhões
  • 3 copos de cidra
  • 150 g de cogumelos parisienses
  • 1/2 bota de salsa plano
  • 12 camarões rosa
  • 2 belos filetes de linguado
  • 30 cl de caldo de peixe
  • 1 ovo
  • 4 colheres de sopa. creme fresco
  • 1 colher de sopa. Calvados
  • 20 g de manteiga
  • 4 mordidas prontas para enfeitar
  • Sal e pimenta

Mordidas para a "Rainha"

- Raspe e lave os mexilhões, coloque-os em uma caçarola. Adicione a sidra, cubra e aqueça em fogo alto. Quando os mexilhões estiverem abertos, retire-os da panela e retire-os. Filtre e reserve o suco obtido.

- Limpe e pique os cogumelos parisienses.

- Lave e pique o prato de salsa.

- Camarão Shred e corte em 2 ou 3 pedaços (dependendo do tamanho).

- Corte os filés de sola em seções de 1,5 cm de largura.

- Em uma panela, despeje o caldo de peixe. Deixe ferver. Adicione a sola, cubra e cozinhe por 2 a 3 minutos.

Pré-aqueça o forno a 150° C (th.5)

- Misture a gema de ovo com uma colher de sopa de crème fraîche e os calvados. Book.

- Derreta 20 g de manteiga em uma panela, adicione os cogumelos.

Cozinhe em fogo baixo por 3 minutos. Adicione os sucos de cozimento dos mexilhões e evapore o líquido pela metade. Junte as colheradas restantes do creme restante. Deixe ferver por 3 a 4 minutos e acrescente, ao bater, a mistura ovo / creme / calvados. Adicione os mexilhões, camarão, linguado e salsa. Misture. Espalhe as mordidas prontas para enfeitar.

- Asse e cozinhe por 5 a 6 minutos.

- Sirva quente.

B.A.ba do chefe:

Na baia, escolha a sua sola antes de levantar as redes pelo peixeiro. Evite as redes colocadas no gelo.

Adega, vinho para acompanhar uma mordida à rainha:

Aqui está uma versão marítima de um grande clássico da culinária burguesa. A contribuição do laminado, tão caro a ele, dá por sua

Alívio crocante com um acabamento macio e macio e notas amanteigadas que unem os sabores cidra e marítimo. Para contrastar, imaginamos vinhos com acidez sustentada, aqueles que vêm da Chenin no Loire combinam essa característica para, para alguns terroirs, uma densidade na boca que permite ao vinho não desbotar em frente ao prato. Este é o caso das belas safras de Jasnières em Touraine e Savennières em Anjou. Uma boa estrutura ácida também é característica do Chardonnay d'Arbois, cujos aromas amanteigados reforçam os da massa; da mesma forma, mas indo na direção da redondeza e da suavidade do prato, escolhe-se um Pouilly-Fuissé, resultante da mesma casta.

M. Chassin

PALAVRAS DE COZINHA

Picar: corte em fatias finas.

Receita: T. Debethune, foto: C. Herlédan

Compartilhe Com Seus Amigos