Crie Um Mini-Pool Em 2 Horas

Panorama da Bacia

Tenha cuidado, até mesmo um mini-pool é perigoso para os mais pequenos. Observe seus filhos mais de perto se eles brincarem nas proximidades. E tenha um ramo no qual pequenos animais possam subir se caírem dentro.

O que você precisa para criar uma mini-piscina

O equipamento necessário

  • uma pá para cavar o buraco
  • uma bacia de plástico
  • um nível
  • toras
  • um dibble de mão
  • alguns tijolos para elevar as plantas emergidas
  • plantas oxigenantes (aqui elodées)
  • uma planta flutuante (nymphéanain)
  • uma ou duas plantas semi-emergidas (aqui Houttuynia cordata e Lobelia 'Queen Victoria')

Como criar uma mini-bacia

Cavar um buraco para a bacia

1 - Cavar o buraco: remova a terra 30 a 40 cm de profundidade e uma largura igual ao diâmetro da bacia de plástico + 60 cm. Isso permitirá que você instale facilmente os logs ao redor.

Verifique o nível da piscina

2 - Experiência: posicione a bacia vazia e verifique com o nível que ela está plana. Na parte inferior do buraco, remova quaisquer pedras que possam danificar o plástico.

Encha a bacia de água

3 - Encha a piscina com água: verifique durante o enchimento que a piscina permanece nivelada (a terra está abaixo do peso da água). Recalque a bacia, se necessário.

Organize os troncos ao redor da bacia

4 - Instale os troncos: com o dibble, retire um pouco de terra e instale os troncos um a um, certificando-se de posicioná-los verticalmente e uniformemente.

Alinhar os logs

5 - Verifique se os logs estão alinhados: eles devem exceder a borda da bacia 4 ou 5 cm para escondê-lo na vista lisa.

Coloque tijolos na bacia

6 - Colocar tijolos no fundo da lagoa: eles serão usados ​​para levantar e estolar panelas de plantas semi-emergentes, como houttuynia ou lobelia.

Crie o pool

7 - Organize as plantas semi-emergentes: deixe-as em seus recipientes e coloque-as nos tijolos para que o colar das plantas esteja logo abaixo do nível da água.

Organize plantas flutuantes

8 - Depositar as plantas flutuantes e oxigenantes: posicionar a panela da ninfa para que as folhas fluam e mergulhem a água debaixo d'água, elas farão suas vidas sem maconha.

Organize as velas na bacia

9 - Faça uma pausa! Para inaugurar o seu novo jardineiro aquático, à noite, coloque e leve velas flutuantes, um copo de bom vinho em sua mão...

As 5 regras para uma piscina clara

Renderização final da bacia

  1. Não economize em plantas oxigenantes. Eles crescem em água e são essenciais para o equilíbrio da bacia, como eles fornecem oxigênio, vital para as bactérias que convertem matéria orgânica (folhas mortas, resíduos...) no mineral, que então se torna disponível para outros plantas da lagoa. Por exemplo, instale 6-8 pés de Myriophyllum crispata. Instale também pelo menos uma planta emergente.
  2. Arme-se com paciência. É possível que a água esteja turva no início. Deve então mudar um quarto ou terceiro e talvez trazer mais plantas oxigenantes. A natureza deve levar suas marcas.
  3. Não introduza peixe. É tentador, mas a piscina é muito pequena e o equilíbrio seria difícil de alcançar sem uma bomba ou filtro.
  4. Observe o nível e adicione água assim que ela cair. No verão, a evaporação pode diminuir o nível em vários centímetros por dia.
  5. Instale o seu mini-pool, onde pode desfrutar de 4-5 horas de sol por dia. E se possível não debaixo de uma árvore, evitará que se encha de folhas no outono. Mas você ainda precisa limpar os detritos toda semana.

Outras idéias de lagoa para o jardim

Crie um mini-pool em 2 horas: plantas

  • Crie um jardim contemplativo em volta de uma lagoa
  • Construa um jardim ao redor de uma lagoa
  • Uma decoração de jardim como Versailles

Vídeo: MINI POOL o BILLAR AMERICANO - Increíble juguete casero.

Compartilhe Com Seus Amigos