O Arminho, Caçador De Roedores

hermine (Mustela errminea)

O arminho (Mustela errminea) √© um pequeno animal carn√≠voro que pertence √† fam√≠lia Mustelidae, cuja silhueta √© elegante e as peles s√£o reconhecidas. Pertence ao simbolismo da Bretanha e foi usado como animal de estima√ß√£o durante a Idade M√©dia. O arminho evolui principalmente nas regi√Ķes mais frias ou montanhosas a partir de 1000 m de altitude, em particular na Europa.

O arminho: carteira de identidade

O arminho é um pouco reminiscente da doninha porque também é fino e volumoso, mas é maior: o arminho masculino mede entre 15 e 30 cm ao qual devemos acrescentar a cauda de 7 a 12 cm. Dimorfismo sexual é bastante marcado em arminho, a fêmea é muito menos impressionante, o que é encontrado em peso: 125 a 270 g para a fêmea contra 150 a 450 g para o macho. Ela é de pernas curtas, com focinho pontudo, pequenas orelhas arredondadas e 34 dentes.

No verão, seu pêlo é marrom no topo e branco na parte de baixo, com uma demarcação clara, e depois no inverno, seu cabelo tende a ficar branco especialmente em áreas muito frias, mas a ponta de sua cauda ainda é muito escura..

Por que o pêlo de arminho fica branco no inverno?

hermine (Mustela errminea)

A pelagem de inverno do arminho torna-se branca no inverno sob certas condi√ß√Ķes: √© necess√°rio que a temperatura esteja suficientemente fria (pelo menos -1¬į C) durante a muda. Dependendo da temperatura neste momento, o cabelo pode ser de duas cores, ou seja, "pie". A melanina d√° cor ao cabelo e √© a sua aus√™ncia que os torna brancos. Al√©m disso, no extremo norte, eles se fundem com o solo nevado e escapam mais facilmente a seus predadores (aves de rapina, urubus, corujas...).

O arminho vive diferente no inverno, quando sai à noite, o verão, quando está ativo, especialmente durante o dia. Ela pode ficar em pé sobre as patas traseiras, especialmente para ficar de vigia. Ela sobe muito bem e também nada. Em caso de ameaça, pode emitir um grito estridente para fugir do inimigo. Para dormir e se aquecer, ela se envolve com a cabeça no rabo.

Em teoria, o arminho é bastante solitário e discreto pode viver 10 anos na melhor das hipóteses, mas sua longevidade é em média de 1 a 2 anos.

Reprodução de arminho

A reprodu√ß√£o do arminho come√ßa com o acasalamento da primavera, por volta de maio e junho, algumas semanas ap√≥s o nascimento das f√™meas, j√° que elas j√° s√£o f√©rteis. No entanto, o √≥vulo fertilizado s√≥ ser√° implantado ap√≥s o fato: a gravidez come√ßar√° apenas 8 meses a 1 ano depois! Ele durar√° entre 3 e 4 semanas e o parto dar√° de 4 a 10 cegos pequenos, surdos e quase sem p√™los, separados de uma crina dorsal. A gesta√ß√£o tardia explica por que o arminho prenhe tem apenas uma ninhada por ano. A f√™mea amamenta os jovens que se tornam aut√īnomos aos 3 meses e amadurecem sexualmente entre 9 meses e 1 ano.

O habitat do arminho

Seu habitat concentra-se principalmente em √°reas montanhosas entre 1.000 e 3.000 metros acima do n√≠vel do mar. N√£o √© encontrado na bacia do Mediterr√Ęneo, onde o clima √© quente demais para ela. No entanto, pode estar mais perto de √°reas habitadas, especialmente para encontrar comida. As sebes, as plan√≠cies cultivadas, as sebes, as colinas, s√£o tamb√©m o seu recreio e, sobretudo, a ca√ßa, que pode estender-se at√© cem hectares. Ela geralmente vive em uma toca, uma pilha de pedras ou um buraco de √°rvore, mas ela tem v√°rios alojamentos espalhados por sua √°rea de ca√ßa.

A comida de arminho

hermine (Mustela errminea)

O arminho se alimenta de pequenos roedores como ratos, camundongos, camundongos, mas também gosta de verrugas, musaranhos e até de coelhos pequenos. Ela também vai comer répteis, insetos e às vezes pássaros.

Ela caça no subsolo, onde ativa seu olfato altamente desenvolvido, seja no solo ou no ar, o que lhe permite usar sua audição, visão e olfato, é claro, com sucesso.

O arminho, uma espécie não ameaçada

O arminho tem sido caçado há muito tempo por sua pele, mas hoje não é mais o caso porque não é mais moda. Pode até mesmo ser caçado novamente desde 2012 oficialmente, mas dificilmente é praticado: não faz parte de espécies ameaçadas e sua população parece permanecer estável.

Como n√£o √© prejudicial, n√£o h√° interesse na ca√ßa, especialmente, √© bastante ben√©fico regular as popula√ß√Ķes de pequenos roedores que podem incomodar os jardineiros!

(foto 2 por Mustela_erminea_winter.jpg: Steven Trabalho dedutivo: Guerillero (fale) - CC BY-SA 3.0 e photo 3 por soumyajit nandy de Kolkata, India - Stoat | Jispa, Himachal Pradesh - CC BY-SA 2.0)

Vídeo: furão caçando coelho na toca.

Compartilhe Com Seus Amigos