Cinco Jardins Incomuns Onde Piqueniques Neste Ver√£o

Tornou-se um h√°bito: todo ver√£o, os 98 hectares da propriedade de Chamarande, em Essonne, s√£o investidos por uma dezena de artistas. Vivendo, tema da edi√ß√£o de 2015Ent√£o, fa√ßa-se ao p√© do castelo, da floresta ao p√Ęntano. E uma boa not√≠cia, os visitantes s√£o agora convidados lanche ou at√© mesmo passar a noite no parque, gra√ßas a um acampamento incomum concebido pelos designers Florence Dol√©ac e David Tscharner... Para acreditar Le Corbusier, seria aconselh√°vel efeito plantar uma batata nas extremidades das estacas das tendas para evitar que eles caiam. Uma coisa √© certa, os imaginado pelos dois artistas v√£o arriscar nada durante tempestades: preso em sua estrutura, batatas gigantes cont√™m luzes solares, que, se desvio rel√Ęmpago, permitir√° que os visitantes para encontrar √† noite cabanas no escuro. Para ver dia e noite!

O Jardim de Houblonnière, em Amiens, Picardia

Todos os anos, a partir de junho, o festival Arte, Cidades e Paisagens de Amiens leva seus visitantes entre terra e √°gua, a p√©, de bicicleta ou de canoa el√©trica. Em 2015, o encontro art√≠stico est√° de volta, com poesia incompar√°vel. Dez obras in√©ditas deixam-se descobrir na realidade - assim denominamos os canais deste p√Ęntano ajardinado √† beira da capital da Picardia (descubra os hortilonnages de Amiens). Entre as obras, o Jardim do Houblonni√®re, imaginado pelo Atelier du Gr√ľndberg. Estrela deste jardim, Humulus Lupulus, l√ļpulo p√Ęntano, vinha perene com flores amarelo p√°lido, amante da umidade. Embora sua cultura tenha quase desaparecido do territ√≥rio da Picardia, ela √© facilmente realizada l√°. Aqui ela come√ßa seu retorno no p√Ęntano de Amiens ajardinada em um salto de dist√Ęncia jardim com redes penduradas de vinha e treli√ßas floridos verdes, a um meio de cultura que se transforma em um lugar de partilha, para imagem do jardim da cerveja ou os caf√©s do in√≠cio do s√©culo. O espa√ßo oferece assim ao seu visitante, o tempo de um gole, o sabor de um peda√ßo de territ√≥rio...

Parque Rousseau, em Ermenonville

Um piquenique no templo da filosofia, o que voc√™ acha? Em 1778, o escritor Jean-Jacques Rousseau ref√ļgio em Oise, em Ermenonville, onde passou seis semanas coleta de plantas no jardim de Ren√©-Louis Marqu√™s de Girardin at√© outubro, um passeio exposi√ß√£o convida os visitantes escorregar para os passos do fil√≥sofo do Iluminismo, um grande entusiasta da bot√Ęnica. Uma atra√ß√£o para o reino vegetal que ecoa aqui o pitoresco jardim de Ermenonville, inspirado por uma vis√£o da natureza de Rousseau. Projecto de sociedade, bem como um reflexo de uma √©poca, se os seus 60 hectares acabados de restaurar representam apenas uma pequena parte do vasto conjunto de 200 hectares outrora imaginados pelo marqu√™s da paisagem, suas 19 "f√°bricas", ref√ļgios projetados para o caminhante, da caverna das n√°iades ao quiosque chin√™s, levar√£o o andador muito al√©m do que jamais conseguir√£o carreg√°-lo.

O Jardim das Esculturas, em Sologne, no Loir-et-Cher

Pela primeira vez, cerca de cinquenta artistas se reunir√£o neste ver√£o em Sologne, em Loir-et-Cher, para uma bienal de arte entre a terra e a √°gua. O tema 2015, "A inven√ß√£o da natureza", √© a oportunidade para uma viagem em 17 locais na floresta da aldeia de Chaumont-sur-Tharonne. Note-se que o evento ser√° realizado em paralelo com um jardim de esculturas, organizado no parque do castelo de La Motte: mais de cinquenta obras, homem de metal perfurado pelo escultor Xavier Dambrine ou garanh√Ķes eri√ßados artista visual Laurent Baude, esfregue as sebes de palma, as apar√™ncias lun√°ticas para descobrir em um beco... e acabar com outro encontro improv√°vel, o "performers" de madeira s√£o convidados a uma cria√ß√£o nascida num Pique Redwood caneta... -neira √© obviamente permitido, o suficiente para jogar o garfo enquanto os outros lidam com o cinzel!

Os jardins de Valloires, Picardia

Se voc√™ √© muito pregui√ßoso para fazer o seu piquenique, v√° para os jardins de Valloires, onde as especialidades vegetais do restaurante Table Gardener podem se deixar levar! Pratos √† la carte e sopas de legumes, p√£o floral, bolos com urtigas, bolo de chocolate com tansy, ou de gelo para flores para a festa que se fazia p√©s improvisados ‚Äč‚Äčna grama todos os gostos e cheiros de jardim.At√© voc√™, em seguida, escolher o seu lugar favorito para saborear: assim, no Jardim da evolu√ß√£o, um afresco planta cronol√≥gica para descobrir a vida da planta para mais de 400 milh√Ķes anos, enquanto menor, Marais, em uma atmosfera selvagem e molhado, implanta salgueiros, amieiros, choupos, bambus, cipreste calvo ou Gunnera Brasil. Note-se que em 19 de julho, o piquenique tamb√©m √© o tema do dia organizada, com almo√ßos embalados em que embalado na hora do almo√ßo, √© na sombra de plantas pr√©-hist√≥ricas ou para escute o som da √°gua.

Compartilhe Com Seus Amigos