Floração Excepcional No Jardim Botânico De Lyon

dracontium_pittieri_lyon

No início de 2014, Dracontium pittieri estava florescendo pela primeira vez na França nas estufas tropicais do Jardim Botânico de Lyon. Um primeiro na França e apenas a segunda vez na Europa.

No final de janeiro de 2015, Dracontium pittieri está em flor novamente.

Como você pode ler no site do Jardim Botânico de Lyon: "esta planta nativa e endêmica do lado do Pacífico da Costa Rica foi introduzida em nossa coleção nacional de aráceas (araceae) em 2011. A Faculdade de Botânica de Viena (Áustria) (Fakultät für Lebenswissenschaften, Wien) doou um tubérculo. De acordo com o BGCI (Botanic Gardens Conservation International) ele existe em cultura apenas em três outros jardins botânicos do mundo. O de Viena também experimentou uma flor mediatizada em 2012.

Exemplar muito raro, esse "arum gigante" existe na cultura apenas em outros 3 jardins do mundo.

No Jardim Botânico, é a efervescência: o tubérculo transformou-se nos últimos dias em uma folha solitária de mais de 2 metros de altura, acompanhada de uma flor quase tão grande. A planta é caracterizada por um odor muito forte e nauseante que permite atrair insetos polinizadores.

O "Dracontium pittieri" é visível sob as estufas do jardim botânico durante os próximos 10 dias - até o início de fevereiro.
Horário de funcionamento das estufas do jardim botânico das 9:00 às 16:30.

Vídeo: .

Compartilhe Com Seus Amigos