Adubos Verdes, Fertilizantes Naturais: Mostarda, Trevo, Trigo Mourisco...

Uma alternativa real aos fertilizantes qu√≠micos, cuja dosagem e uso n√£o est√£o necessariamente ao alcance de todos, o uso de adubos verdes no jardim √© um benef√≠cio real para o jardineiro. Este m√©todo √© muito popular entre os jardineiros org√Ęnicos.

phacelia como adubo verde

A ideia?

Otimize seu campo tornando-o √ļtil durante seu per√≠odo de descanso, tudo isso dando a ele um novo jovem.

O princípio?

Cultive plantas que eventualmente serão enterradas no solo, a fim de enriquecê-lo. De fato, as plantas de adubo verde têm um sistema radicular muito desenvolvido que lhes permite extrair nutrientes nas camadas profundas. Uma vez cortados e enterrados, durante sua decomposição, eles liberarão todos esses nutrientes na camada superior. Observe que os adubos verdes também irão recuperar durante o crescimento todos os nutrientes excedentes abandonados pela safra anterior.

Por que usar adubo verde?

Em primeiro lugar, como o nome sugere, o adubo verde é um fertilizante, por isso vai trazer para o seu solo os nutrientes de que necessita para acomodar melhor o seu jardim. Mas, acima de tudo, o adubo verde é bom para o meio ambiente, pois substituirá o uso de produtos químicos, como os fertilizantes vendidos nas lojas.

Além disso, além de suas qualidades nutricionais, o adubo verde tem outras virtudes relacionadas à sua cultura. Por que se privar de seus benefícios comprando um fertilizante pronto que é venenoso para o meio ambiente. Ok, você diz, mas quais são esses benefícios?

  • Plantas com um forte sistema radicular s√£o usadas como adubo verde. √Ä medida que se desenvolvem, essas ra√≠zes fragmentam a terra, melhorando sua aera√ß√£o e drenagem.
  • No final da esta√ß√£o, uma vez que as colheitas tenham sido feitas, se o solo permanecer nu, ele soltar√° o nitrato que ir√° diretamente para o len√ßol fre√°tico. Se um adubo verde for cultivado l√°, ele reter√° esses nitratos e os manter√° na pr√≥xima colheita.
  • Algumas plantas usadas como adubo verde s√£o muito boas coberturas do solo, o que ir√° proteg√™-lo contra a eros√£o e enemas.
  • Finalmente, as plantas de aduba√ß√£o verde s√£o geralmente bastante invasivas, n√£o deixam espa√ßo para o crescimento de ervas daninhas.

Para um efetivo adubo verde

O adubo verde deve ser semeado no final da colheita anterior, bem antes das primeiras geadas. Para certas áreas que são adequadas para plantas sensíveis ao frio, é possível semear adubo verde na primavera, desde que tenha um ciclo curto.

As plantas devem ser cortadas no momento da flora√ß√£o, porque √© neste exato momento que a massa org√Ęnica est√° no seu m√°ximo, o equil√≠brio com o nitrog√™nio √© neste per√≠odo perfeito.

Tenha cuidado: sempre corte as plantas antes de irem para a semente! Primeiro, porque as sementes absorveriam alguns dos nutrientes. Mas acima de tudo, n√£o queremos que nosso adubo verde se espalhe por todo o jardim, o que de repente faria uma erva daninha.

Antes de enterr√°-los, pense em triturar seu adubo verde, caso contr√°rio ele seria mal assimilado e poderia perturbar a vida microbiana de seu solo.

Finalmente, planeje cerca de 3 semanas - 1 mês antes da próxima semeadura. O fertilizante deve ter tido tempo para ser completamente decomposto. A decomposição incompleta inibiria a germinação e a emergência da próxima colheita.

Dicas sobre quais plantas usar

Distinguimos principalmente grandes famílias de plantas usadas como adubo verde: leguminosas, gramíneas, crucíferas (brassicaceae)...

Entre as Fabaceae (leguminosas):

  • Alfafa (Medicago sativa): torna poss√≠vel melhorar solos que s√£o muito argilosos e ligeiramente h√ļmus.
  • O trevo carmesim (Trifolium incarnatum) : forma um tapete denso que proteger√° bem o solo. Vai enriquecer seu solo com nitrog√™nio.
  • O feij√£o: estando equipado com um forte sistema radicular, permitir√° uma boa aera√ß√£o e uma boa drenagem do solo.
  • Tremo√ßo (Lupino Luteus)Sintetiza o nitrog√™nio do ar, recicla-o no solo e limita os insumos de fertilizantes para as culturas subseq√ľentes.
  • o ervilhaca comum (Vicia sativa): enriquece o solo com nitrog√™nio e cobre bem o solo prevenindo ervas daninhas.

ervilhaca comum como adubo verde

Entre as Poaceae:

  • Centeio (Secale cereal L.)Sabe-se para efetivamente matar quackgrass. (No entanto, tome cuidado para n√£o plant√°-lo antes de uma colheita de cruc√≠feros, sendo o centeio um portador de h√©rnia de repolho).
  • Azev√©m italiano: tendo a vantagem de germinar mesmo em solo frio, pode ser colhido e enterrado mais cedo.

Entre as Brassicaceae:

  • Estupro de inverno (Brassica napus L.): muito resistente ao frio, pode sobreviver at√© -15¬į C. Al√©m disso, seu sistema radicular desenvolvido permitir√° uma boa aera√ß√£o e uma boa drenagem do solo.
  • Mostarda (Sinapis alba) permite desinfetar bem o solo. Tenha cuidado, no entanto, a mostarda n√£o suporta o frio em tudo.

mostarda como estrume verde

Entre as Hydrophyllaceae:

  • Phacelia (Phacelia tanacetifolia) (foto 1): atrai abelhas, impede o desenvolvimento de ervas daninhas e melhora a estrutura do solo.

Entre as Polygonaceae:

  • Trigo mourisco (Polygonum fagopyrum): n√£o deixar a terra nua, cobrir o desenvolvimento de ervas daninhas e por suas contribui√ß√Ķes de carbono.

Compartilhe Com Seus Amigos