Introduzir As Crianças Na Jardinagem

Introduzir as crianças na jardinagem

Os mais jovens s√£o, muitas vezes, os primeiros a orgulhosamente marcar seu rake de pl√°stico, ansiosos para ajudar mam√£e e papai a cultivar o jardim. Esse impulso motivacional √© uma oportunidade para aproveitar! √Č nessa idade que o interesse deve ser mantido, caso contr√°rio, ele acabar√° por desaparecer. Quem nunca presenciou essa cena: uma m√£e pede √† filha que venha ajud√°-la no jardim, feliz em compartilhar esse momento de lazer. Mas aqui √© ofendido, indignado de ser punido desta forma enquanto, sejamos claros, "ela n√£o fez nada para merecer isso". Introduzir os mais jovens √† jardinagem √© a melhor maneira de manter e aumentar esse interesse, enquanto incute alguns valores, como o respeito ao meio ambiente.

Se eu n√£o tenho jardim

Se você só tem uma varanda ou terraço, não se preocupe, suas crianças ainda poderão fazer jardinagem. Basta começar aprendendo sobre o crescimento do jardim de terraços e varandas, para varrer as possibilidades. Uma framboesa simples, combinada com uma planta de tomate cereja pode ser o suficiente para despertar a curiosidade dos mais jovens.

Cada um seu jardim secreto

Tudo começa com a delimitação do território. Sim, para o jovem jardineiro sentir-se investido em sua missão, ele deve se sentir em casa. Ter seu próprio pedaço de horta fará com que ele perceba que é realmente dele, que ele tem a responsabilidade. Uma oportunidade para incutir nele um senso de responsabilidade, explicando que ele se torna chefe deste pequeno espaço, e que sua missão é fazer o melhor para que seu jardim esteja indo bem. Ver as plantas crescerem, evoluir para frutos também os aproximará do meio ambiente e os ensinará a respeitá-los.

Escolha um canto do jardim que será atribuído. Jardineiro sim, mas jardineiro iniciante. Deve, portanto, ser dada a chance máxima para o seu negócio ter sucesso. Tente encontrar uma parcela bem exposta ao sol. Para a criança sentir que este espaço é dele, além da horta da mãe e do pai, delimite-a com uma pequena cerca ou com caixas.

Forneça a ele ferramentas reais, em sua escala de curso, mas real o suficiente para que ele entenda que mesmo que seja um momento de prazer, não é um jogo, ou pelo menos não no sentido de que é ouve. Se você deixar o ancinho de plástico e a pá dele, seu filho provavelmente achará muito mais difícil entender a diferença entre a responsabilidade pela manutenção de seu jardim e a construção de seu castelo na caixa de areia. que esta empresa deve ter perguntado também, não duvidamos, muito esforço e rigor).

Se voc√™ tem v√°rios filhos, n√£o hesite em planejar um lote de terra para cada um deles. Isto impedir√°, por um lado, que uma guerra dos territ√≥rios n√£o venha a tornar a horta uma √°rea de desastre, e permitir√°, por outro lado, adaptar cada jardim √† idade da crian√ßa. √Č tamb√©m uma oportunidade para lhes dar uma sensa√ß√£o de partilha, especialmente na altura da colheita, onde todos podem beneficiar outras pessoas da colheita.

Por fim, não esqueça o pequeno espaço especialmente projetado para guardar ferramentas. Você que está sempre dizendo a ele que ele tem que guardar seus brinquedos depois de tirá-los, provar para ele que não é apenas para incomodá-lo ou para ser arrogante, mas também no mundo grande. você tem que guardar!

A escolha das planta√ß√Ķes

Para ser acess√≠vel, o jardim do jardineiro deve ser simples. Escolha legumes simples, que s√£o bem sucedidos quase todas as vezes! Se eles n√£o v√™em o fruto de seus esfor√ßos, os pequenos tendem a desanimar muito rapidamente. Lembre-se do que sentiu quando estava com a idade deles. Est√° longe demais, voc√™ diz? Feche os olhos, coloque seus macac√Ķes do passado (eu sei que voc√™ n√£o √© velho, mas √© para a imagem), e corra para a caixa de areia. Agora voc√™ se lembra desse sentimento de querer se mover, fazer mil coisas ao mesmo tempo, e especialmente ir de uma atividade para outra em um piscar de dedos (embora na √©poca voc√™ n√£o soubesse ). Um doce aroma de bolo acabado de sair do forno come√ßa a chegar at√© voc√™... Pule! Est√° na hora de voltar. A coisa a lembrar sobre essa experi√™ncia temporal √© que as crian√ßas tendem a se dispersar e perdem o interesse a uma velocidade t√£o grande quanto a motiva√ß√£o que as animava no come√ßo.

√Č por essa raz√£o que ter√° que ser complicado e estabelecer um plano de batalha bem pensado. O objetivo do jogo √© que o pequeno n√£o perca o interesse, que pare√ßa algo novo a cada vez.Tente estabelecer um cronograma para mudar constantemente o jardim.

Para isso, você pode começar em abril com o plantio de rabanetes e a criação de saladas. Em maio, você pode então transplantar tomates e abóbora.

Você também pode decidir atribuir um tipo de legumes a cada um dos seus filhos, dependendo da idade e da dificuldade.

Os mais jovens podem, por exemplo, ser respons√°veis ‚Äč‚Äčpelo transplante de plantas, como tomates ou mel√Ķes. Este tipo de planta tem a vantagem de ser muito simples e diretamente vis√≠vel, n√£o h√° necessidade de esperar at√© que eles saiam do ch√£o. O que certamente ser√° muito mais atraente para o mais novo dos irm√£os.

Os mais velhos poder√£o optar por legumes que s√£o semeados como rabanetes, alface de cordeiro ou mesmo ab√≥bora. Claro que sempre fica na simplicidade. Diferentemente dos menores, os mais velhos certamente estar√£o mais interessados ‚Äč‚Äčnesse tipo de planta√ß√£o, o que lhes dar√° realmente a impress√£o de terem crescido.

Tão logo você teve tempo para enxugar e limpar tudo o que virá do tão esperado momento da colheita. Aproveite a oportunidade para conscientizar seus filhos do prazer de sentir os frutos de seus esforços.

No geral, tenha sempre em mente que você tem que variar os prazeres. Porque a cultura é o primeiro passo para domar vegetais verdes. Sabemos como é difícil fazer as crianças comerem legumes. Fazê-los crescer com suas próprias enxadas certamente os fará querer prová-los e saborear o fruto de seu trabalho.

Vídeo: Ponha Minhocas na terra dos seus vasos e veja o que acontece em poucos dias!.

Compartilhe Com Seus Amigos