Hachis Parmentier De Pato Com Alho-Poró

Hachis parmentier de pato com alho-poró

Aqui está a deliciosa receita de pato de truta com alho poró, para um verdadeiro prazer culinário.

Ingredientes para 4 pessoas:

  • 10 batatase (Binjte ou Charlotte)
  • 20 cl de leite integral
  • 80 g de manteiga
  • 1 pitada de noz-moscada
  • 1 branco de alho-porro
  • 3 chalotas
  • 1 colher de sopa. colheres de sopa salsa plano
  • 2 pernas de pato confit
  • 4 colheres de sopa. colher de sopa de pão ralado
  • Sal grosso
  • Sal e pimenta

Para ler também: benefícios e virtudes das batatas para a saúde

Hachis Duck Parmentier com alho-poró

- Descasque, lave e corte as batatas em quatro (dependendo do tamanho). Cozinhe em água fervente salgada com sal grosso até ficar macio. Escorra e purê com um moedor de legumes. Adicione o leite pré-aquecido, 20 g de manteiga e noz-moscada, misture e tempere.

- Lave o alho-poró, corte em pedaços pequenos e refogue 5 minutos em 20 g de manteiga (deve ficar crocante).

- Descasque, lave e esculpa as chalotas.

- Lave, folheie e pique a salsa.

- Desosse as pernas de pato e desfie a carne.

- Em uma frigideira, derreta 20 g de manteiga, doure a chalota, junte a salsinha e a carne de pato frito, cozinhe por cerca de 5 minutos.

Pré-aqueça o forno a 180° C (th.6).

- Manteiga um prato gratinado. Arrume uma primeira camada de purê, uma camada de alho-poró, o pato gasto. Renove o processo até que todos os ingredientes desapareçam (finalize com o purê). Polvilhe com migalhas de pão e pedaços de manteiga.

- Asse de 15 a 20 minutos. Aumente o calor do forno 3 a 4 minutos antes do final do cozimento para dourar a superfície do picadinho.

servir.

B.A.BA DO CHEFE

- O leite traz suavidade ao purê e relaxa para dar uma textura cremosa.

Adega Lateral, vinho e Parmentier de pato com alho poró:

Este luxuoso Parmentier, todo redondo e derretendo, com a crosta crocante de pão ralado, é no começo do inverno uma evocação de cassoulets por vir. Neste tipo de suave, macio, suave, suave, procuramos vinhos que tragam alívio, pelo que em geral os taninos, principalmente à medida que a textura do prato suaviza os taninos. Obviamente, pensamos em vinhos das regiões tradicionais do pato: um ônibus Madiran, Cahors ou Bergerac em sua juventude terá a estrutura e a frescura desejadas, bem como uma denominação periférica de Bordeaux (Côtes de Castillon, Ste Foy, Côtes de Bourg...) de uma safra recente. Podemos também procurar uma aliança menos contrastante: as notas especiadas e o caráter mais quente de um Fitou ou Corbières naturalmente encontrarão seu lugar.

Mr. CHASSIN

Palavras de cozinha

cinzel: corte em pequenos dados.

suor: remova a água da vegetação de um vegetal, aquecendo-a suavemente sem manchar em um corpo gordo para concentrar os sabores.

Receita: T. Bryone, foto: C. Herlédan

Vídeo: VICHYSSOISE + passeio em Bastille.

Compartilhe Com Seus Amigos