O Jardim Da Permacultura: Auto-Suficiente, Aut√īnomo E Lucrativo

autonomia da biodiversidade permacultura

Na permacultura, deixamos a natureza fazer isso! Para que o sistema seja sustent√°vel, aut√īnoma e equilibrada, devemos promover uma rica biodiversidade, bem como a das plantas cultivadas do que animais, selvagens ou dom√©sticos, e escolher perenes.

Ler também:

  • Permacultura, defini√ß√Ķes e princ√≠pios fundamentais
  • Permacultura, adubo verde e adubo

Biodiversidade, rainha do jardim em permacultura

Biodiversidade é, com a manutenção da vida e fertilidade do solo, um dado essencial da permacultura. Assumindo que a diversidade nasce do equilíbrio, como é o caso na natureza, o jardim de permacultura se concentra na biodiversidade.

Culturas associadas no mesmo terreno:

Na permacultura, n√£o h√° linhas retas para planta√ß√Ķes, nem parcelas uniformes dedicadas a uma √ļnica planta, mas sim o que parece ser, visto de longe, uma bagun√ßa alegre, variada e generosa. Na realidade, as plantas associados (legumes, flores, arbustos arom√°ticos, √°rvores) s√£o cuidadosamente selecionados para promover uma boa intera√ß√£o: algumas plantas proteger outras pragas, outros fornecem uma sombra fresca de boas-vindas, outros desenhar insetos auxiliares ou polinizadores: este √© o princ√≠pio das plantas companheiras.

Além disso, plantar diferentes plantas no mesmo lugar perturba os parasitas (que amam a monocultura!), Que então proliferam menos: o risco de uma grande invasão é limitado. Da mesma forma, a propagação de doenças é mais difícil em uma população variada de plantas, em vez de em uma parcela específica, onde a doença tem apenas que saltar de uma planta para outra!

Ganhe espaço ao jardinar em altura

As superfícies são muitas vezes limitadas, permacultura, procuramos cultivar um máximo de plantas em um mínimo de espaço: para chegar lá, é culturas no andar de cima e crescido tanto quanto possível Altura (tepees, treliças...).

Auxiliares do jardineiro:

Receber uma variedade de fauna no jardim é ter a chance máxima de desfrutar da proteção de predadores naturais de pragas de plantas. Com isso em mente, nós proibimos todos os inseticidasincluindo aqueles que são naturais, mas o jardim também é projetado para atrair animais selvagens valiosos.

As coberturas, paredes de pedra seca, as pilhas de madeira, a √°rea de jardim esquerda selvagem, lagoa, mel flor (em alguns auxiliar como larvas crisopa, carn√≠voros s√£o predadores de pulg√Ķes, cochonilhas, tripes, mas adultos se alimentam de p√≥len) e porque n√£o construir um hotel inseto!

N√£o s√≥ os insetos s√£o √ļteis: p√°ssaros inset√≠voros, sapos, r√£s, lagartos, ouri√ßos e morcegos tamb√©m s√£o ca√ßadores formid√°veis.

Ler também: atrair auxiliares para o jardim

Animais domésticos:

Na permacultura, muitas vezes são criadas galinhas que, além de seus ovos, também fornecem fertilizante de nitrogênio (graças a seus excrementos) e comem lesmas, caracóis e vários insetos. Podemos também, se a superfície disponível permitir, introduzir ovelhas ou cabras, maravilhosas tesouras naturais que não emitem poluentes, somente esterco!

Leia também: Criar um galinheiro é fácil

Espécies e variedades antigas, adaptadas ao terroir

Faça com o solo e o clima:

Plantar plantas que não são adaptadas ao clima ou à natureza do solo é, para o jardineiro, uma vida complicada e que se exaure para corrigir o ambiente natural. A escolha de espécies e variedades adaptadas ao solo limita o esforço e a manutenção. Rega, sombreamento, drenagem, proteção contra a estação fria, chuvosa: todas essas tarefas são muito simplificada desde um escolhe como apropriado para variedades resistentes, cedo, tarde, resistentes à falta de água, calor e geleias precoces, adaptadas a solos calcáreos, ácidos, argilosos e arenosos...

Variedades reprodut√≠veis por pl√Ęntula e plantas perenes:

Como um dos objetivos da permacultura é ter um jardim auto-suficiente ou quase, operando em um circuito fechado, nos absteremos de escolher variedades híbridas ou não estabilizadas, isto é, não podemos recuperar as sementes para semear no ano seguinte.

N√≥s preferimos variedades antigaseles permitem que o jardineiro produza suas pr√≥prias sementes, sem ter que comprar novos sacos de sementes todos os anos. Tamb√©m pode optar por esp√©cies perenes, que produzem (ou florescem no caso de plantas ornamentais) durante v√°rios anos (alcachofras, espargos, ruibarbo, alaz√£o, espinafre, alho-porro perp√©tua, cebola rocambole, aipo perp√©tua, repolho Daubenton...) ou cujos tub√©rculos asseguram a renova√ß√£o dos p√©s (crosnes, topinambos...) Esses vegetais economizam trabalho (sem plantio ou transplante) e s√£o mais econ√īmicos que os anuais.

Na mesma linha, as plantas que est√£o se ressurgindo s√£o apreci√°veis!

Permacultura: um jardim em movimento perpétuo

Um jardim de permacultura √© sustent√°vel e quase aut√īnomo ; o jardineiro interv√©m menos que em um jardim cl√°ssico, estando todas as condi√ß√Ķes para que a natureza fa√ßa uma boa parte do trabalho.

No entanto, este modo de cultivo não significa que o jardim está congelado, muito pelo contrário: as plantas estão a crescer, a mover-se, os animais ali, o jardineiro está a testar, a experimentar técnicas de culturas, introduz plantas, remove outras... O jardim de permacultura pode ser um verdadeiro laboratório completo, repleta de vida, em movimento perpétuo.

Vídeo: .

Compartilhe Com Seus Amigos