O Pinheiro (Martes Martes) Ou Marte, Longe Do Jardim

A marta de pinheiro (Martes martes) ou marte

A marta ou marta, cujo nome real é o pinheiro (Martes martes), pertence à família dos Mustelidae, como a marta (Martes foina). Se eles são ambos pequeno mamífero carnívoro do mesmo sexo e espécie difere porque o seu comportamento é muito raro ver uma marta perto de sua casa, o que não é o caso para o furão.

A marta: carteira de identidade

A doninha tem um casaco marrom que escurece em suas patas e cauda enquanto limpa em sua cabeça. Sua garganta e parte superior da mama são amarelo-laranja ou creme-amarelo, na forma de um babador. Dolorosamente consegue 15 cm de altura e 35 ou até 55 cm no comprimento para o qual é necessário acrescentar 18 a 25 cm de uma cauda muito peluda. Ele pesa entre 700 gramas e 2 kg no máximo, raramente mais, tudo depende também se é uma fêmea ou um macho, porque o dimorfismo sexual é bastante pronunciado na marta.

Apesar de serem de pernas curtas, s√£o bastante longas e s√£o peludas na planta. Os machos e as f√™meas t√™m gl√Ęndulas odor√≠feras abdominal que lhes permite colocar onde viajam, a sua fragr√Ęncia como a passagem marca, particularmente durante a rotina. Ela tem orelhas que s√£o percept√≠veis com uma borda amarelada. Sua trufa √© muito preta e ela n√£o pronuncia uma esp√©cie de miado apenas durante a rotina, sen√£o ela fica em sil√™ncio. A marta tem sentidos bem desenvolvidos de olfato, vis√£o e audi√ß√£o. Ela √© muito √°gil e sobe de galhos em galhos nas √°rvores, mas tamb√©m viaja muito bem no ch√£o para ca√ßar.

Como distinguir uma marta de uma marta?

Marten tem uma figura um tanto grande que fuinha, mas especialmente o bib que distingue as duas doninhas: terminando em um √ļnico ponto e creme francamente laranja na marta, √© branco e bilobado na doninha. Al√©m disso, observando as marcas deixadas pelos dois animais em terra solta, pode-se notar essas marta que mostram tra√ßos de cabelo que n√£o aparecem na doninha que n√£o tem cabelo sob as patas.

Teoricamente, a marta pode viver por dez anos, ou até mais em cativeiro, mas na natureza sua expectativa de vida é em torno de 3 ou 4 anos.

A reprodução do mate é por um processo de implantação in ovo diferida que é para dizer que a implementação dos ovos é feito de uma forma retardada (cerca de 200 dias) em relação ao acoplamento, que tem lugar em Julho e agosto com machos às vezes diferentes. O nascimento do pouco que pode ser de até 6 por ninhada, mas 3 em média, ocorre na primavera seguinte, por volta de abril e maio, no buraco de uma árvore, uma cavidade de rock, mas não para o chão. A descendência de enfermagem do sexo feminino até 2 meses, eles terão sua altura adulta e tomar a sua independência a 5 ou 6 meses, mas só atingem a maturidade sexual em seu segundo ou terceiro ano. A fêmea lida sozinha com seus filhotes, o que também mostra que a marta é um animal bastante solitário.

Seu habitat est√° concentrada principalmente nas florestas e / ou dec√≠dua con√≠feras, em toda a Fran√ßa, com uma prefer√™ncia para as florestas do leste e para a montanha, mas isso quase nunca ventures em √°reas abertas, como prados. √Č raramente encontrado na Proven√ßa e no Norte. Como quando os bezerros e cuida de seus, suas diversas √°reas de estar pequenas pode ser um buraco em um toco de √°rvore, um esquilo abandonado ninho, um ninho de corujas desabitada, uma cavidade rock, normalmente em altura, mas no ver√£o, pode assentar sob ra√≠zes de √°rvores ou em arbustos, ao n√≠vel do solo. Ao contr√°rio da doninha, raramente se aproxima de resid√™ncias e, portanto, n√£o interfere nos s√≥t√£os.

A marta de pinheiro (Martes martes) ou marte

Seu espa√ßo vital se estende por uma √°rea que pode ser de vinte quil√īmetros de vinte. √Č mais ativo ao entardecer e √† noite, mas quando o inverno e o frio ocorrem, ele diminui a velocidade e se torna mais diurno.

A comida da marta

Marten é carnívora, com uma predileção por ratazanas que pode ser substituído por campo ratos, musaranhos, coelhos, esquilos, pássaros e seus ovos (Robin, chickadee, sabiás, pica-paus, pombos...), anfíbios. Ela também come cadáveres de animais mortos.

Ela tamb√©m √© inset√≠vora e ataca ninhos de abelhas, comendo besouros e besouros em n√ļmeros.

O marte não desdenha a fruta porque é frugívora, especialmente no verão e no outono: pode ser frutas silvestres, mas também de uma safra agrícola.

Ela adapta sua dieta ao que as esta√ß√Ķes lhe proporcionam mais facilmente.

A marta, inofensiva para jardineiros

Ao contr√°rio da doninha, a marta n√£o vem visitar seu galinheiro, muito perto de sua casa e muito longe de seu local de vida na floresta.

Desde 2014, a marta n√£o faz mais parte das esp√©cies "nocivas" na Fran√ßa. Esta √©, sem d√ļvida, uma decis√£o tomada ap√≥s a observa√ß√£o do decl√≠nio das popula√ß√Ķes que tiveram que ser interrompidas. Alguns pa√≠ses europeus at√© t√™m programas de conforto ou reintrodu√ß√£o da popula√ß√£o.

Diversos fatores explicam a mortalidade da marta, que inclui a caça à recuperação de pêlos, mas também os pêlos destinados à fabricação de pincéis de alta qualidade para aquarela. Trapping e envenenamento também mataram muitas martas em muitas áreas.

A fragmenta√ß√£o florestal, o desmatamento e a silvicultura causam perdas de habitat e passagens para a marta, e o tr√°fego nas estradas causa colis√Ķes fatais para o animal.

Vídeo: .

Compartilhe Com Seus Amigos