Plessage, Uma Velha Técnica De Hedge

técnica de plessage

O plessage consiste em criar um hedge natural e vivo a partir de arbustos cujos ramos serão "trançados". A técnica é bastante delicada porque, mal feita, pode danificar as árvores, ver quebrar galhos. Como resultado, não se encontrou muito por algumas décadas, antes de ser atualizado.

De onde vem o plessage?

Em latim, plectere significa dobrar, tecer, intercalar (class plectere) e mais tarde, em francês antigo, dar-se-á origem, designando uma parcela rodeada de ramos de árvores trançadas. Um evoca a evocação ao tempo romano, para dizer que é sobre uma técnica ancestral. Na Idade Média, a plessage era generalizada no campo e nos prados.

O plessage foi originalmente criado como uma barreira natural para manter os animais dentro de um perímetro bem definido e impedindo-os de escapar de seu pasto. O interesse em cercas de madeira morta é que a barreira plaitage envelhece muito melhor: a madeira morta acaba por apodrecer enquanto a madeira viva se regenera a cada primavera e acredita.

Qual é a técnica do plessage?

Se você tentar se apresentar ao plessage, você se tornará um plessor, qualificando a pessoa que faz o plessage!

Voc√™ deve come√ßar a partir de uma sebe de arbustos silvestres ou n√£o de pelo menos 10 cm de di√Ęmetro. Todas as esp√©cies de madeira podem ser tran√ßadas. Em primeiro lugar, √© aconselh√°vel cortar a cobertura para que fique menos espessa e para manter apenas os galhos necess√°rios para tran√ßar. Este √© um tipo de meio corte porque a cobertura ser√° cortada muito curta.

Você então incisa os troncos sem arriscar quebrá-los. Então, você vai inclinar esses galhos divididos e você irá tecê-los usando piquetes de acácia ou castanha para mantê-los e fazer a trança nessa estrutura...

plessage para um hedge

Em algumas regi√Ķes, √†s vezes o plessage estava coberto de terra, o que tornava opaca a barreira que era ent√£o comparada a uma esp√©cie de muro baixo.

O plessage hoje?

A tecelagem de vime que √© praticada agora √© uma esp√©cie de varia√ß√£o de plessage. Caso contr√°rio, sua pr√°tica se tornou praticamente muito rara hoje na Fran√ßa, exceto em algumas regi√Ķes de sebes. A fim de preservar essa t√©cnica relacionada √† agrossilvicultura que faz parte do patrim√īnio, as oficinas s√£o √†s vezes organizadas por associa√ß√Ķes ou ecomuseus. Em 2005, Franck Viel, especialista plessis plessis, criou um jardim no Festival Internacional de Jardins de Chaumont-sur-Loire, destacando esta t√©cnica em um jardim chamado "De ramo a ramo".

Esta iniciativa est√° a dar vida nova ao plessage e √© de crescente interesse para os amantes de jardins, privados e profissionais, porque pode encontrar o seu lugar como elemento estruturante no design de jardins contempor√Ęneos: em sebes destinadas a separar espa√ßos ou a manter aterros. ou bancos, por exemplo. Sem mencionar que, no n√≠vel ambiental, √© interessante porque, obviamente, abriga pequenos animais que t√™m seu papel a desempenhar no jardim!

(fotos: Creative Commons Patrick Charpiat)

Vídeo: .

Compartilhe Com Seus Amigos