Insuficiência Renal Em Cães: Sintomas, Tratamento E Prevenção

A insuficiência renal é o mau funcionamento dos rins, levando à eliminação deficiente de toxinas no sangue. Nos cães, esta disfunção pode assumir uma forma aguda ou crônica

Se o primeiro aparece repentinamente a qualquer momento, o segundo corresponde a uma destruição progressiva do rim e freqüentemente ocorre em animais mais velhos. Aqui está a informação essencial para reconhecer, tratar e prevenir a insuficiência renal em cães.

Insuficiência Renal em Cães: Sintomas, Tratamento e Prevenção

Sintomas de insuficiência renal aguda e crônica

Os sintomas visíveis de insuficiência renal, apesar de numerosos, permanecem inespecíficos e apenas um exame de sangue permite um diagnóstico definitivo. Os sinais mais comuns observados na forma aguda são desânimo, diarréia e vômitos. Também é possível que o cão sofra de uma diminuição do apetite ou se recuse a comer. A dor pode ocorrer durante a micção e pode até mesmo parar completamente de urinar.

Em casos de insuficiência renal crônica, afetando principalmente cães velhos a partir dos 10 anos, o animal está desidratado, o que faz com que ele beba muito e urine com mais frequência. Vômitos, fadiga e perda de apetite também podem ser observados. Estes sinais não estão necessariamente presentes no início da doença, mas gradualmente se instalam quando o rim é destruído e perde suas funções.

Tratamento da insuficiência renal em cães

Em caso de insuficiência renal aguda, os medicamentos diuréticos e antieméticos são frequentemente usados ​​para aliviar o cão após um tratamento de infusão veterinária como uma infusão. Durante essa fase, o animal é "hospitalizado" até que as toxinas presentes no sangue sejam eliminadas. Em casa, a dieta deve ser modificada para aliviar os rins (baixa ingestão de proteínas e fósforo). Sequelas podem ocorrer se o tratamento não for rápido o suficiente e especialmente se o cão for idoso.

Como regra geral, os rins permanecem frágeis e um acompanhamento será estabelecido pelo veterinário para monitorar a evolução. No caso de insuficiência renal crônica, o tratamento é obviamente mais pesado e mais delicado: é retardar a destruição do rim, embora o dano já produzido seja irreversível. Graças a um tratamento adequado e acompanhamento, o cão pode viver feliz por mais alguns anos sob as condições certas. A dieta aqui novamente precisa ser ajustada com baixos níveis de proteína e fósforo: existem faixas especiais de ração veterinária para este propósito. Finalmente, o cão terá que passar regularmente por diálise e infusão para eliminar toxinas e reidratar.

Como prevenir o risco de insuficiência renal?

Não há uma prevenção real contra essa condição, mas uma boa higiene e vacinas atualizadas ajudam a limitar as possíveis causas. De fato, a insuficiência renal do cão pode aparecer após uma infecção ou uma doença como a leishmaniose, a leptospirose ou a piroplasmose. Doenças infecciosas de origem parasitária, como a doença de Lyme, também podem estar envolvidas. Portanto, é essencial manter o controle de pragas atualizado.

Muitos outros fatores podem causar insuficiência renal: intoxicação por mercúrio ou alimentos venenosos, depuração deficiente de urina de pedras nos rins, inflamação nos rins causada por bactérias (nefrite), efeitos colaterais medicamentos anti-inflamatórios ou quimioterápicos, malformação renal, fator genético, etc.

Infelizmente, nem sempre é possível lutar contra essas condições, mas check-ups regulares no veterinário podem permitir o manejo precoce de alguns deles. Também é crucial levar seu cão regularmente para que ele não contenha demais e renove sua água durante o dia para encorajá-lo a beber. Por fim, esteja ciente de quaisquer sinais de alerta que possam indicar o início da insuficiência renal ou qualquer outro fator de risco mencionado acima.

Vídeo: Doença renais em gatos e cães - causas, diagnóstico e tratamento.

Compartilhe Com Seus Amigos