O Sentido Do Olfato Nos C√£es: O Que Um Cachorro Realmente Cheira?

O cheiro é um sentido particularmente desenvolvido nos nossos pequenos companheiros de quatro patas! Se o cão é mais capaz de identificar os odores do que nós, é porque o seu sistema olfativo é muito mais complexo do que o nosso. O sentido do olfato permite ao animal entender o que o rodeia.

√Č gra√ßas a esse sentimento que ele identifica os indiv√≠duos humanos e animais, os perigos e outros elementos que constituem seu ambiente imediato. Como esse significado espec√≠fico funciona? Como ele influencia o cachorro? Quais s√£o os cheiros que ele percebe, o que ele aprecia? Descubra as respostas para todas as suas perguntas e muito mais neste arquivo completo.

O sentido do olfato nos c√£es: o que um cachorro realmente cheira?

A anatomia do nariz do cachorro: entender melhor seu olfato

O que √© comumente chamado de nariz do cachorro, que corresponde ao seu sistema olfativo, consiste em v√°rios elementos que permitem perceber odores de 1.000 a 100.000 vezes melhor do que n√≥s humanos. De fato, o c√£o tem cerca de 220 milh√Ķes de receptores olfativos, contra apenas 5 milh√Ķes para o ser humano.

  • Sua trufa e duas narinas s√£o os primeiros elementos externos do aparato olfativo. A trufa permite ao c√£o inalar o ar para respirar e perceber os cheiros.
  • O c√£o tem duas cavidades nasais particularmente desenvolvidas: elas cont√™m cornetos nasais, um labirinto etmoidal e est√£o cobertas por uma mucosa olfativa.
  • Esta mucosa olfativa √© ela pr√≥pria composta por uma camada de c√©lulas que constituem o epit√©lio olfat√≥rio e um sistema nervoso particularmente desenvolvido em conex√£o com as c√©lulas epiteliais do c√©rebro para identificar os odores.
  • O √≥rg√£o de Jacobson, tamb√©m chamado de √≥rg√£o vomeronasal, est√° localizado no c√£o atr√°s de seus incisivos, acima do palato. Ajuda o animal a reconhecer os ferom√īnios. Para compara√ß√£o, este corpo mede 130cm¬≤ em m√©dia em c√£es, contra apenas 3cm¬≤ em m√©dia em humanos.

Como o olfato do cachorro funciona?

Cheiro √© um sentido particularmente desenvolvido em c√£es. √Č um sentido qu√≠mico, como gosto. Permite ao animal reconhecer e identificar indiv√≠duos, outros c√£es, outras esp√©cies animais, objetos ou perigos. Este significado especial, portanto, influencia o comportamento do animal diariamente e desempenha um papel importante quando se procura comida ao brincar ou tentar se reproduzir.

O c√£o tem duas maneiras de perceber odores:

  • o caminho nasal: Maioria, s√£o simplesmente as mol√©culas odor√≠feras presentes no ar que o c√£o respira pelas cavidades nasais. Estima-se que 7% do ar inspirado atinja o aparato olfativo.
  • a rota retro-nasal: algumas mol√©culas odor√≠feras s√£o diretamente transmitidas ao aparato olfativo quando o c√£o expira; este √© particularmente o caso da comida ou da urina.

Quando o c√£o sente um cheiro, ele o cheira realizando v√°rias inspira√ß√Ķes e fechando as expira√ß√Ķes. Essa t√©cnica permite que ele fa√ßa um contato maior entre as mol√©culas odor√≠feras e a mucosa olfativa. Essas mol√©culas percebidas s√£o absorvidas pelas c√©lulas que comp√Ķem o epit√©lio olfat√≥rio; eles s√£o ent√£o enviados para os neur√īnios que interpretam o cheiro e transmitem uma mensagem ao c√©rebro do c√£o. O animal √©, portanto, capaz de compreender o seu entorno ou seguir uma pista, se recentes ou geograficamente distantes e velhos tempos.

Nem todos os cães são iguais em termos de olfato. Efectivamente, foi comprovado que gera o nariz esmagado, chamados braquicefálico têm um cheiro muito menos desenvolvido do que outros cujo nariz é alongado, disse mesocefálico ou esguio, incluindo cães farejadores tradicionalmente utilizados para a caça.

O olfato do cachorro: estimulação em todos os momentos

O sentido do olfato est√° trabalhando em animais. Se os c√£es de ca√ßa s√£o predispostos a seguir uma faixa de idade, por vezes, v√°rios dias, √© poss√≠vel desenhar a maioria das ra√ßas de c√£es para detectar explosivos, drogas e at√© mesmo c√Ęncer!

O sentido do olfato permite que o c√£o identifique e interprete seu ambiente. Se tendemos a observar visualmente um lugar em que chegamos, o c√£o sente isso. √Č assim que ele reconhece um lugar que conhece, aprende a descobrir um novo lugar, identifica o que o constitui e detecta perigos potenciais.Portanto, √© importante dar ao animal a oportunidade e o tempo para explorar seu ambiente com o nariz. Quando voc√™ anda com ele, deixe-lhe essa liberdade. Ele ficar√° mais tranq√ľilo e disposto a aproveitar o que o circunda e a sua jornada. Se voc√™ n√£o permitir que ele se sinta livremente, ele pode se sentir frustrado ou at√© mesmo ansioso e se comportar mal.

O cão precisa ser solicitado olfativo. Não hesite em variar os passeios para fazê-lo descobrir novos aromas regularmente. Mesmo que ele tenha um jardim ou espaço suficiente para si mesmo, saia e ande de um lado para o outro, para que ele possa sentir o cheiro de outros cheiros que ele conhece em casa. Se você não puder soltar o seu cão durante a caminhada, prepare-se com uma coleira mais longa quando o ambiente estiver seguro (parque, trilha na floresta, etc.) ou quando fizer uma pausa; ele será capaz de sentir mais livremente o que o rodeia.

Quais s√£o os odores que o c√£o gosta ou n√£o gosta?

Como os humanos, mas também como outras espécies animais, especialmente o gato, o cão aprecia certos odores e não apóia outros.

Odores que o c√£o gosta: cheiros reconfortantes e reconfortantes

Alguns cheiros s√£o de fato calmantes para o animal. A do seu mestre √© provavelmente a mais reconfortante de todas! O filhote tamb√©m √© muito sens√≠vel ao cheiro que sua m√£e segrega cerca de tr√™s dias ap√≥s o nascimento. Este odor particular tem um nome, o Apaisine; Destina-se a apaziguar a ninhada e criar um v√≠nculo de apego entre a m√£e e seus filhotes. Este cheiro tamb√©m foi sintetizado e pode ser adquirido como um difusor ou colar diretamente. √Č particularmente recomendado pelos veterin√°rios para ajudar c√£es com a ansiedade da separa√ß√£o ou para facilitar o per√≠odo de transi√ß√£o em caso de ado√ß√£o.

Odores que o cão não gosta: os odores ansiogênicos e angustiantes

O c√£o entende seu ambiente pelo cheiro. Algumas experi√™ncias s√£o, portanto, para ele fontes de ansiedade. Uma visita ao veterin√°rio, por exemplo, √© dif√≠cil porque identifica todos os odores em torno dele (drogas, doen√ßas, les√Ķes, outros animais assustados, estresse, etc.). Um c√£o estressado difunde uma mensagem olfativa, em particular por suas almofadas. Outros c√£es que detectam esse cheiro entendem as informa√ß√Ķes e podem ver seu estado emocional influenciado pelo estresse ou ang√ļstia de seus semelhantes.

Quando dizemos que o c√£o sente o medo nos seres humanos, n√£o √© assim t√£o simples. O c√£o interpreta o sentimento de medo gra√ßas aos cheiros que n√≥s secretamos. Quando estamos com medo, suamos mais e nossos gestos mudam; nossas a√ß√Ķes s√£o diferentes, mais nervosas, nossos m√ļsculos se contraem mais. O c√£o sente, v√™, percebe e entende.

Dist√ļrbios odor√≠feros em c√£es

O sentido do olfato √© um pouco sens√≠vel a dist√ļrbios em c√£es. Apenas o v√≠rus parainfluenza pode alterar e reduzir significativamente suas habilidades olfativas. Este v√≠rus participa da s√≠ndrome da tosse do canil.

Por outro lado, o olfato do c√£o pode ser temporariamente perturbado pelo que o rodeia. Um vento forte ou calor pode tender a secar a mucosa olfativa e reduzir sua capacidade. Da mesma forma, subst√Ęncias como fuma√ßa, tabaco ou certos produtos dom√©sticos podem reduzir temporariamente sua acuidade.

Que utilidades nós emprestamos ao cheiro de cachorros?

O olfato é um bom sentido para o cão que lhe permite:

  • para entender seu ambiente, para reconhecer outros c√£es, outros animais ou seres humanos,
  • para participar na reprodu√ß√£o, desde que o c√£o macho percebe o odor secretado por uma f√™mea no cio,
  • reconhecer sua m√£e quando ele √© um cachorrinho e para isso criar um forte v√≠nculo de apego,
  • para influenciar o comportamento do c√£o ao procurar comida,
  • tamb√©m ajudar a marcar o territ√≥rio e provar ser um importante meio de comunica√ß√£o.

O olfato super desenvolvido do cão é uma sensação de que o homem também se aproveitou de muitas maneiras:

  • para o resgate de pessoas em caso de terremoto, avalanche ou enterro,
  • para a busca de explosivos ou drogas,
  • seguir uma trilha, procurar uma pessoa desaparecida ou ca√ßar,
  • para a identifica√ß√£o de doen√ßas como o c√Ęncer, mas tamb√©m para alertar sobre uma crise epil√©ptica iminente ou hipoglicemia. Alguns c√£es t√™m a capacidade de identific√°-los cerca de 15 minutos antes de eles ocorrerem, permitindo que seu mestre busque ajuda ou esteja seguro durante a crise. No caso dos cancros (ov√°rios, pulm√Ķes e melanomas em particular), ficou provado que os c√£es podem tornar o diagn√≥stico mais eficaz e mais precoce do que o medicamento.

Compartilhe Com Seus Amigos